FutebolMG.Net – América surpreende a Ponte em Campinas e vence com gol no finalzinho

Veja Isso e Muito Mais na FutebolMG.Net

Veja o Original na Gazeta Esportiva

O América venceu a Ponte Preta na noite desta terça-feira (Foto: América)

O América entrou em campo, na noite desta terça-feira, para duelar com a Ponte Preta, pela segunda divisão do Campeonato Brasileiro, na condição de lanterna da Série B. A recuperação, no entanto, iniciou diante da Macaca, na vitória por 1 a 0, com gol aos 43 do segundo tempo feito por Felipe Azevedo, e o Coelho aproveitando dois expulsos da equipe da casa.

Apesar da derrota, o time mineiro segue na última colocação do torneio. Todos os adversários diretos também pontuaram. No entanto, a situação já é melhor: empatado com Guarani que é o 19º, a um ponto do Vitória que é o 18º e a dois do São Bento que é o primeiro na porta do zona de rebaixamento. O Criciúma, primeiro fora do z4, tem 13 tentos. A Macaca poderia melhorar sua situação na tabela, mas ficou na nona posição, com 19 tentos.

Na próxima rodada, o América enfrenta o Paraná, no sábado, às 17h (de Brasília), no Durival de Brito. A Ponte enfrenta o São Bento, no mesmo dia, às 16h30.

Primeiro tempo

Enfrentando um adversário que luta contra a queda para a Série C, a Ponte Preta, que sonha com a parte superior do Campeonato Brasileiro e o que há de mais elitizado no futebol, partiu para o ataque para abrir logo o marcador. Até os 10 minutos, a Macaca já tinha três chances claras de marcar.

Aos 4, uma das melhores, Camilo deu belo passe para Matheus Vargas que, de frente para o gol, mandou por cima. Quatro minutos depois, em cruzamento na área, Jori falhou, mas ninguém da Ponte apareceu para completar.

O América só conseguiu responder aos 16. Em jogada de Matheusinho, a bola chegou até Willian Maranhão e ele chutou forte, mas a bola tirou tinta da trave. A Ponte, no entanto, voltou a atacar.

Minutos após levar um susto do Coelho, Matheus Vargas chutou forte e Jori, com dificuldades, defendeu. No rebote, Camilo bate e o goleiro do Coelho faz outra defesa.

O América apostava muito nas chegadas pelos lados, já a Ponte conseguia controlar a partida inteira e, por isso, conseguia ser mais criativa para buscar o placar.

Aos 27, Diego Renan fez o cruzamento e Roger subiu sozinho para desviar. O atacante superou Jori, mas a bola tirou tinta da trave e foi pra fora. Dois minutos depois, Diego Renan, em cobrança de falta, arrancou o grito do torcedor das arquibancadas, mas a bola foi para fora.

A Macaca lutou, batalhou, mas errou bastante no último terço do campo, falhando no passe final ou na finalização, algo que explicou o empate até este momento.

Segundo tempo

Na volta para o intervalo, a Ponte novamente controlava as principais ações do jogo e o América lutava para se defender da melhor maneira possível.

Aos 11, o América levou muito perigo contra a meta da Macaca. Em vacilo da zaga que não se preocupou, Zé Ricardo foi avançando com a bola e chutou forte. O arqueiro conseguiu fazer a defesa, mas teve dificuldade.

Aos 24, porém, Gerson Magrão levou o segundo cartão amarelo e o vermelho por consequência. Essa situação facilitou as ações de jogo para o América que poderia ter a tranquilidade de um jogador a mais para trabalhar na partida. Dez minutos depois, Matheus Vargas que fazia uma boa partida deu um carrinho maldoso e foi expulso direto.

O América passou a atacar, agrediu, partiu para cima do adversário. Aos 43 chegou ao gol. Em cruzamento na área, a bola sobrou para Toscano que ajeitou para Felipe Azevedo e o atacante marcou o tento vitorioso.

FICHA TÉCNICA
PONTE PRETA 0 X 1 AMÉRICA

Local: Moises Lucarelli, Campinas (SP)
Data: 30 de julho de 2019 (terça-feira)
Horário: 20h30 (de Brasília)
Árbitro: Vinícius Gomes do Amaral (RS)
Assistentes: Michael Stanislau (RS) e André da Silva Bitecourt (RS)

Gol: Felipe Azevedo, aos 43 do segundo tempo (América)
Cartões: Edson, Gerson Magrão (2), Tiago Marques (Ponte Preta); Ricardo Silva (América)
Cartões vermelhos: Gerson Magrão, Matheus Vargas (Ponte Preta)

PONTE PRETA: Ivan; Diego Renan, Renan Fonseca, Airton, Guilherme Guedes, Edson, Camilo (Tiago Real), Gerson Magrão, Matheus Vargas, Roger (Alex Maranhão), Marcondele (Tiago Marques)
Técnico: Jorginho

AMÉRICA – Jori, Diego Ferreira, Paulão, Ricardo Silva, João Paulo, Zé Ricardo, Juninho, Willian Maranhão (Marcelo Toscano), Matheusinho (Bilu), Felipe Azevedo, Jonathas Belusso (Júnior Viçosa).
Técnico: Felipe Conceição.

Leave Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Translate »